7 passos para uma vida financeira saudável

186 views
vida financeira

Recentemente fui entrevistada pelo Portal GShow em uma matéria que apresentou 7 dicas para ter uma vida financeira saudável (clique aqui para acessar a reportagem).

Então, neste artigo decidi aprofundar cada um desses passos, aproveitando que estamos em um momento do ano muito apropriado para fazer planos para o futuro. Vamos a eles…

 

Passo 01 – Quebre o tabu e comece a conversar sobre dinheiro em casa!

Em muitos lares brasileiros, conversar sobre dinheiro ainda é um grande tabu. As pessoas evitam falar sobre suas rendas e seus gastos ou se sentem incomodadas quando o tema vem à tona.

É preciso mudar isso! Se você tem uma família, conversar sobre dinheiro acaba sendo um pré-requisito essencial para o progresso financeiro de todos.

Se não houver sinergia e até mesmo comunhão de sonhos e objetivos, corre-se o risco de cada um terminar frustrando os desejos do outro. E só se tem sinergia se houver um diálogo claro e transparente.

 

Passo 02 – Controlar receitas e despesas é essencial!

Como eu revelei na matéria do GShow, “passe a anotar o quanto você ganha e o quanto gasta para poder entender para onde está indo o seu dinheiro.”

O registro dessas informações é a premissa do controle (clique aqui e baixe gratuitamente uma planilha de fluxo de caixa que pode lhe ajudar nisso). Com essas anotações, você poderá analisar e descobrir onde está errando, onde pode melhorar e para onde está indo o seu dinheiro.

Sem isso, você estará navegando sem direção, às cegas, sem saber para onde está indo. O controle é a bússola que aponta o destino, mas o passo seguinte é o leme que pode determinar a direção a ser seguida…

 

Passo 03 – Cortes!

Com a bússola apontando o que há de errado, é chegada a hora de tomar algumas decisões assertivas sobre a sua vida financeira… É hora de eliminar desperdícios, limitar gastos supérfluos e, se possível, economizar nos gastos necessários.

Não é fácil, mas esse movimento permitirá que finalmente você poupe parte do que ganha e comece a escrever um futuro brilhante para a sua vida financeira.

 

Passo 04 – Dívidas? Acabe com elas!

O que fazer com o dinheiro que começa a sobrar? O que acha de dar uma olhada nos juros que você vem pagando para manter essas dívidas?

Então… Salvo em raríssimas exceções, a recomendação para quem está conseguindo poupar é: se você tem dívidas, acabe com elas na primeira oportunidade.

Essa costuma ser a regra porque quase todos os empréstimos que existem por aí cobram juros muito superiores aos juros que recebemos quando investimos o mesmo dinheiro.

 

Passo 05 – Para se preparar para o futuro, forme uma reserva de emergências

Ninguém está livre de imprevistos. É preciso estar preparado para eles e a saída para isso é ter uma reserva de emergências que lhe garanta tranquilidade.

Sobre reserva de emergências, recomendo que você leia os artigos a seguir:

 

Passo 06 – Não se descuide da aposentadoria

A esta altura, você já se controlou mais, já quitou boa parte das dívidas e já está formando a sua reserva de emergências, certo?

O passo seguinte é se preparar para o futuro! Você precisa garantir um bom padrão de vida quando quiser reduzir o ritmo de trabalho ou se aposentar em definitivo.

Ocorre que a renda proveniente da Previdência Pública dificilmente cobrirá todas as suas necessidades futuras. Se você ficar dependendo somente dela, há chances razoáveis de terminar tendo uma queda abrupta do padrão de vida.

Então, planeje-se e invista para ter uma aposentadoria tranquila.

Eis alguns artigos que podem ser muito úteis:

 

Passo 07 – Diversifique!

Por fim, para diminuir riscos, na hora de investir siga uma regra elementar: diversifique seus investimentos para diminuir riscos e conseguir melhores rentabilidades, mas não faça isso de qualquer modo… Respeite sempre o seu perfil de investidor.”
 
Sobre diversificação de investimentos, leia o texto “Diversificação: o melhor investimento”.