Vale a pena resgatar aplicação em fundos da Vale e da Petrobras que amargam prejuízo há 5 anos?

1.126 views
Vale a pena resgatar aplicação em fundos da Vale e da Petrobras que amargam prejuízo há 5 anos

 

logo Letras & Lucros

O leitor do site Letras & Lucros perguntou se deveria resgatar umas aplicações em fundos de investimento da Vale e da Petrobras que estão amargando prejuízo há 5 anos e aplicar o dinheiro no Tesouro Direto.

Ao ser convidada para ajudar a responder ao leitor, recomendei que ele analisasse o seu perfil de investidor e o horizonte de seus investimentos.

Provavelmente, se a intenção é sair de renda variável para aplicar em renda fixa, é porque deve estar assumindo um risco maior do que consegue aguentar, ou seja, seus investimentos não devem estar de acordo com seu perfil de risco.

E, se seus investimentos estão alocados em fundos de ações, é porque deveriam ser de longo prazo, e não deveriam ser resgatados no curto prazo se estão dando prejuízo.

Ressaltei também a importância de manter uma carteira de investimentos diversificada e antes de tudo construir uma reserva de emergências para suportar os momentos de dificuldade.

Resgatar metade dos investimentos, poderia ser uma estratégia para minimizar sua aversão à perda e com este dinheiro, aplicar em renda fixa, mas sempre de acordo com seu perfil de investidor.

Outra estratégia seria trocar estes investimentos em fundos de Vale e de Petrobras que estão sofrendo prejuízo, por outros fundos de ações mais diversificados do mesmo administrador, para poder usufruir da compensação de prejuízos.

Desta forma, o leitor passaria a ter uma carteira de ações mais diversificada, onde o gestor vai escolher quais as empresas em que o fundo estará investido em cada momento.

É importante também avaliar as taxas de administração atuais e as das novas aplicações, para evitar que os altos custos “comam” toda a rentabilidade dos fundos.

 

Veja aqui a reposta completa no site Letras & Lucros:

http://letraselucros.com/caso.asp?id=620