Como funciona a compra e a venda de ações?

184 views

A liquidação da compra e da venda das ações na Bolsa de Valores no Brasil acaba de passar por uma mudança sutil, mas relevante para o mercado: o prazo para as liquidações mudou… Mas, na prática, você sabe como funciona a compra e venda de ações?

Pois é… Não sei se você sabe, mas quando compra uma ação na Bolsa de Valores (B3), você não paga e nem recebe as ações no mesmo dia da operação. Até então, tanto o pagamento quanto o recebimento das ações ocorriam em d+3.

O que isso significa? Significa que, quando você comprava ações de uma empresa em uma determinada data, na Bolsa de valores, o seu dinheiro só sairia da sua conta para pagá-las em 3 dias úteis apos essa data e, por outro lado, as mesmas ações só estariam realmente disponíveis para você, em sua custódia, no mesmo prazo (3 dias úteis).

Mas isso mudou! Houve uma mudança recente nessa regra e agora, tanto a liquidação física (a transferência de titularidade das ações), quanto a liquidação financeira (o pagamento ou recebimento do valor financeiro da transação) se dão em d+2, ou seja, dois dias úteis depois da compra ou venda das ações na Bolsa.

Na prática, os processos ficaram mais rápidos e isso aumenta a liquidez do mercado de ações, pois agora, numa venda no mercado à vista, por exemplo, o investidor terá acesso ao seu dinheiro em apenas 2 dias úteis e não mais em 3, como era antes.

E você, sabia como funcionava a compra e venda das ações? Eis aí uma forma de reduzir os riscos e deixar o mercado mais eficiente.