Alerta: Cuidado com os Fundos DI com rentabilidade muito baixa

200 views

Fundos DI com rentabilidade muito baixa… É isso mesmo! Você pode estar perdendo dinheiro!

Após mais uma queda na taxa SELIC este ano, diversos fundos de renda fixa estão perdendo competitividade. Alguns deles já apresentam potencial rentabilidade próxima de zero, se não houver imediata redução da taxa de administração. Veja só…

 

Fundos DI com rentabilidade muito baixa após nova queda da SELIC

Pois é, todos já sabem que as taxas de juros estão caindo bastante e que a cada queda os fundos DI estão rendendo menos. Mas, o que nem todos se atentam é para o fato de que tem muito fundo DI com taxas de administração super altas!

Este foi o tema de uma matéria publicada há poucos dias pela Infomoney para a qual eu contribuí revelando que “cada vez que a Selic cai, a taxa de administração pesa proporcionalmente no fundo DI”.

Você sabe qual é a taxa de administração do seu fundo DI? E sabe o quanto isso impacta na rentabilidade final do fundo?

Saiba que a taxa de administração é um custo do fundo e impacta na rentabilidade final do mesmo. Quanto maior for essa taxa de administração, maior será a despesa do fundo e consequentemente, menor a sua rentabilidade!

Uma coisa é uma taxa de administração de 1% ao ano incidir num fundo que rende mais de 14% em 12 meses (como o que acontecia em meados de 2016), mas é completamente diferente essa mesma taxa num fundo que rende pouco mais de 5% ao ano!

Por outro lado, as taxas de juros estão tão baixas que alguns fundos DI mal conseguem bancar as taxas de administração que insistem em se manter próximas ou acima de 4% (é possível encontrar bancos que ainda cobram 5%! Acredite!).

Considerando que a taxa básica de juros da economia agora está em 5,5% ao ano (com grandes chances de queda nos próximos meses), não restaria quase nada de rentabilidade nesses fundos DI.

 

Os custos dos investimentos continuam caindo

Como eu alertei na matéria da Infomoney, nos grandes bancos é mais difícil encontrar baixas taxas de administração, uma vez que, na maioria dos casos, bons produtos só são oferecidos para clientes mais endinheirados, como do segmento private.

Mas existe uma boa notícia aqui: corretoras independentes têm conseguido pressionar as instituições de varejo a se movimentarem, diminuindo as altas taxas até então predominantes.

Foi exatamente isso que aconteceu recentemente com os títulos do Tesouro Direto. Instituições maiores foram “obrigadas” a zerar suas taxas, sob pena de perder mercado para algumas corretoras que seguem adotando estratégias mais agressivas de mercado. Se quiser saber mais sobre isso, clique aqui e leia o artigo: Os custos dos investimentos caíram.

A matéria da Infomoney que citei traz ainda uma lista com os 10 piores fundos DI para se investir, em termos de rentabilidade. Segundo o artigo, alguns dos bancos já se sentiam pressionados e estavam baixando as taxas de administração ou se justificando ao mercado.

 

E então? Tem recursos aplicados em algum desses fundos DI? Qual é a taxa de administração dos seus investimentos? Eis aí um importante alerta para uma revisão. Não queremos rentabilidade muito baixa em nossos investimentos, certo?