Minimalismo: o que é o minimalismo? Como isso pode ajudar nas suas finanças?

811 views

Vamos falar de minimalismo… Menos é mais! Quantas vezes você escutou esta frase? Mas será que você aplica este conceito em sua vida?

De acordo com a Wikipedia, a palavra minimalismo se refere a uma série de movimentos artísticos, culturais e científicos que percorreram diversos momentos do século XX e preocuparam-se em fazer uso de poucos elementos fundamentais como base de expressão.

O princípio do minimalismo é o de reduzir ao mínimo o uso de recursos e, atualmente, o movimento vem influenciando o estilo de vida de pessoas ao redor do mundo, pregando o consumo consciente e uma vida cada vez mais simples do ponto de vista dos bens de consumo.

Mas será que o minimalismo pode ter um impacto positivo na vida de uma pessoa? De que modo isso pode acontecer?

 

Minimalismo vs. Consumismo

Já perdi as contas de quantas vezes me pego pensando em tudo o que compramos por impulso e em quantas vezes aquele item termina encalhado no armário ou esquecido no fundo de alguma gaveta.

Faça uma faxina no seu armário, vasculhe as gavetas da casa… É muito provável que você encontre várias coisas assim, ainda com etiqueta ou embrulhados na embalagem de onde nunca saíram.

Pois é… Isso tem um nome: chama-se desperdício!

E não se trata somente de desperdício de dinheiro, mas de desperdício de recursos naturais dos mais variados. E, no final das contas, muitas vezes isso tudo termina virando lixo. Basta imaginar que esse será o destino, por exemplo, de um alimento que acabou vencendo na despensa da sua casa… O destino será o lixo! Mais desperdício!

Ainda sobre o lixo, eu me pego pensando também em todos os resíduos que produzimos todos os dias e que acabam em lixões ou, se tudo der certo, em aterros sanitários… Infelizmente, apenas uma parte do que jogamos fora é reciclado.

Hoje recebi este lindo vídeo dessas crianças que moram em cima de um lixão e construíram seus próprios instrumentos musicais com o lixo que encontram no seu quintal. Tudo reciclado! É, realmente emocionante, saber que tiram estas lindas músicas do lixo!

Olhem como podemos reciclar mais e reaproveitar o que já temos em casa, menos consumo é também menos lixo. Precisamos ter maior consciência disso.

Pensando em tudo isso, resolvi ir um pouco além e pesquisar na internet o tempo médio de decomposição de alguns materiais. Foi aí que me deparei com as figuras abaixo:

 

Sim! A natureza pode levar 100 anos para decompor uma simples garrafa PET ou 10 anos para decompor um simples chiclete. Vidro? Mais de 4 mil anos!

Sempre brinco em minhas palestras: será que você realmente precisa de um décimo sapato preto? Aliás, fui contar no meu armário e eu mesma tenho 10 pares de sapatos pretos! DEZ PARES DE SAPATOS PRETOS (tenho um tênis preto também, e não sei se deveria contá-lo…), fora os demais! E olha que só compro um novo quando o meu antigo já está horroroso… Vou fazendo uma lista do que preciso e quando saio para fazer compras, sempre procuro ir seguindo essa lista.

Repense o seu consumo. Compre só o necessário. Precisamos nos manter alertas e auto vigilantes e evitar o consumo desenfreado. A natureza agradece e o nosso bolso agradece ainda mais…

Mas, e o que isso tudo tem a ver com finanças? Pense bem: se você direciona os seus recursos para o que é importante para você, ficará mais fácil atingir os seus objetivos! Menos contas para pagar e menos coisas para cuidar podem significar ausência de dívidas, menor necessidade de trabalho para pagar suas faturas e, consequentemente, mais tempo para se dedicar ao que é realmente importante para você.

Enfim, cada vez estou mais convencida de que menos é mais!