Cartão de Crédito: como manter o cartão de crédito sob controle na crise?

308 views
Cartão de Crédito

O cartão de crédito vem aumentando sua participação como forma de pagamento ao longo do tempo, mas o seu uso se intensificou ainda mais nos últimos meses. Por conta do isolamento social, está muito mais difícil utilizarmos outros meios de pagamento e o cartão assumiu de vez o protagonismo. A questão é: como manter o seu controle?

Inclusive, para diminuir os riscos de contaminação, é até recomendável dar preferência, se possível, às compras via carteira digital, em pagamentos digitais, sem contato, ou efetuar diretamente o pagamento pelo marketplace ou site da loja.

É justamente aí que mora o problema! Os pagamentos via cartão de crédito diminuem a dor do pagamento, nos estimulando a gastar mais e mais. A consequência disso pode ser o descontrole das finanças, gerando uma dívida impagável.

Diante disso, a pergunta é: afinal, como manter o cartão de crédito sob controle na crise? Vejamos a seguir….

 

Cartão de Crédito: como fazer o controle dos gastos?

Equilibrar as receitas e despesas é a premissa básica de todo planejamento financeiro, por mais simples que seja. Para tanto, é preciso não somente montar o seu controle, como também mantê-lo atualizado constantemente.

Foi exatamente essa a sugestão que dei em uma entrevista recente ao portal Finanças Femininas:

“Faça a atualização sempre que fizer uma compra e preste atenção se vai cair na fatura desse mês ou no próximo. Precisamos ter disciplina. Você sabe que precisa fazer isso para controlar os gastos e ter saúde financeira. Pense que você está trocando coisas supérfluas agora por um objetivo maior lá na frente, como não se endividar em um primeiro momento, fazer uma especialização, viajar, comprar uma casa ou ter uma aposentadoria”.

Existe outra iniciativa que pode te ajudar a se organizar melhor que é utilizar dois cartões, ao invés de um cartão só. Mas, será que desta forma, a pessoa não vai gastar mais ainda? Não, pois a ideia é justamente “carimbar” os gastos e ter um cartão de crédito para os essenciais e outro para os supérfluos. Assim, fica mais fácil controlar o que está sendo gasto em cada modalidade. A ideia é que o limite de cada cartão não seja muito alto para que, dessa forma, ajude a segurar os gastos por impulso!

 

Cartão de crédito: nem chegue perto das tentações

Você já notou o quanto é difícil resistir às tentações? Pois é… É por isso que eu sempre digo que é melhor evitá-las! Estudos têm mostrado que temos muita dificuldade com nosso autocontrole, e às vezes até temos boas intenções, mas na hora “H” acabamos sendo capturados pelo marketing e efetuamos aquela compra sem nem pensar nas consequências para nossos bolsos.

Três dicas importantes aqui são:

  • descadastre-se das listas de emails das suas lojas favoritas;
  • tente evitar ficar navegando pelos sites dessas mesmas lojas, e
  • apague o armazenamento dos seus cartões de crédito desses sites para dificultar a compra imediata. Aquela de um clique só, que só serve para você terminar gastando mais do que devia.

 

Cartão de crédito: minha renda foi reduzida, o que fazer?

No artigo do portal Finanças Femininas, revelei que as pessoas precisam entender qual o novo padrão de ganhos: “Temos mais de dois meses de isolamento e já dá para ter uma ideia de qual seria o novo modelo de receitas e despesas, porque não vamos mais ao cinema, jantar fora e não tem mais festa de aniversário para comprar presente, por exemplo. Em compensação, o supermercado e a conta de luz aumentaram, então é importante compreender isso.”

Com muitas demissões, redução da jornada e do salário, a pandemia do novo coronavírus impactou a renda de muitas famílias, portanto antes de qualquer gasto é fundamental entender a nova realidade financeira.

Se você teve redução na sua renda, veja esse artigo que escrevi sobre o assunto. Nesse caso, o uso consciente do cartão de crédito faz-se mais necessário ainda. Mas tome cuidado para não entrar numa “bola de neve de dívidas”. Somente efetue uma nova parcela quando acabar de pagar as outras que já fez no cartão.

Por outro lado, se não estiver conseguindo pagar suas parcelas em dia, veja como adiar o pagamento da fatura do cartão de crédito, nesse outro artigo que publiquei.

 

Espero ter contribuído com a sua jornada! Mantenha-se sempre atento aos gastos com o cartão de crédito. Atualize seus controles financeiros mês a mês, para saber exatamente como anda a sua vida financeira e para onde o seu dinheiro está indo.