Ano novo, vida nova

322 views

Ano novo começando e temos todos aqueles desejos para o próximo período que se iniciou. As expectativas são grandes e a lista de resoluções idem. Mas… Que tal incluir as resoluções financeiras também? O que acha de começar o ano com as contas em dia? Eu sei que já se passaram alguns dias da virada, mas ainda dá tempo… Nunca é tarde para ter mais equilíbrio na vida!

Este também foi o tema do artigo que publiquei este mês na Revista Em Condomínios: clique aqui para conferir!

Para facilitar, proponho aqui um exercício em 4 passos para que você comece a organizar as suas finanças para o ano que começou:

1) Anote em uma planilha todas as suas receitas e despesas, sem esquecer daqueles pequenos gastos. Anote tudo. Não deixe nada passar batido. Para te ajudar aqui, baixe a planilha de fluxo de caixa que disponibilizo gratuitamente aqui no site (clique aqui para baixar). Lembre-se que que é importante continuar fazendo essas anotações durante o ano todo. A atualização do seu controle financeiro deve se tornar um hábito!

2) Analise se está ganhando mais do que gasta e se consegue poupar um bom montante por mês. Se possível, faça um esforço extra para maximizar a quantia a ser poupada. Não subestime esta fase… É aqui que muita gente se surpreende com o que vem gastando na prática e termina por mudar hábitos que vinham destruindo a sua saúde financeira.

3) Considerando que agora você conseguirá poupar parte do que ganha após as análises de decisões da fase anterior, passe a investir mensalmente e comece a formar a sua reserva de emergências. Ela será um importante ativo para lidar com imprevistos. Se desejar saber mais sobre a reserva de emergências, sugiro que leia o artigo Reserva de emergências: melhor tê-la. Não deixe essa missão para depois, pois ninguém está livre de imprevistos.

4) Depois que tiver guardado entre 6 a 12 vezes seus gastos mensais, comece a diversificar sua carteira de investimentos. Sobre a diversificação de investimentos, recomendo a leitura do artigo Diversificação: o melhor investimento. Aproveite para estudar sobre a Tributação dos Investimentos e sobre Como planejar a aposentadoria.

Pronto, agora você já está nos trilhos certos e sabe como formar uma reserva de emergências para o curto prazo. E, já poderá passar a aplicar também uma parte do que ganha em investimentos diversificados e formar um pé de meia bem interessante para conquistar objetivos e ter uma aposentadoria tranquila.

Parabéns! Continue buscando conhecimento e se esforçando para obter melhores resultados em suas finanças. Você tem uma vida inteira pela frente para se orgulhar do que poderá plantar. Comece o quanto antes!