Alta do dólar exige atenção redobrada do turista

940 views
Alta do dólar exige atenção redobrada do turista
Alta do dólar exige atenção redobrada do turista

 

O dólar subiu quase 15% desde março que foi a mínima deste ano. E pela sinalização dos indicadores mais favoráveis dos Estados Unidos e pelas incertezas aqui no Brasil, o que tudo indica é que a moeda americana deve se fortalecer daqui para a frente.

E o que fazer quando já temos a viagem de férias marcada?

Em minha colaboração para o Valor na matéria “Alta do dólar exige atenção redobrada do turista lá fora” publicada dia 01 de julho, sugiro que seja efetuada toda a compra da moeda agora antes da viagem e que evitem os cartões de crédito. Pois é menos arriscado já sair de férias sabendo quantos dólares possui e portanto, quanto que pode ser gasto.

Uma opção são os cartões pré-pagos, que possuem um IOF menor do que o cartão de crédito 0,38% contra 6,38%. E em caso de perda ou roubo, é possível cancelar o cartão evitando assim um prejuízo maior.

Mas, é sempre bom levar um montante em papel moeda, para pagar um táxi, por exemplo, pois os saques tanto do cartão de crédito quanto do cartão pré-pago tem custos.

Em meu artigo “Saiba como manter o orçamento em ordem nas férias” publicado no ano passado, dei uma entrevista para a Record com dicas de como se planejar para as férias e evitar as dores de cabeça com problemas no orçamento.

Para ajudar quem vai viajar e precisa comprar moeda estrangeira, o Banco Central lançou em seu site um Ranking das instituições com as melhores taxas de câmbio. Veja o Ranking aqui.

Veja a reportagem do Valor na íntegra aqui:

Valor_ Alta do dólar exige atenção redobrada do turista lá fora