Qual é o trabalho dos sonhos?

336 views

Quando eu era
ainda bem jovem, o trabalho dos meus sonhos seria em uma grande empresa. Imaginava-me
em uma sala de reuniões enorme… Eu na ponta, claro, gerenciando um monte de
pessoas. Eu seria uma mulher de negócios! Não sabia bem de qual tipo de
negócio, mas sabia que era isso que eu queria.

Num primeiro
momento, quando fui fazer o meu vestibular de experiência (aquele que alguns
jovens fazem no segundo ano do ensino médio para testar o conhecimento), eu pensava
em fazer a prova pra administração.

No entanto, o
namorado da minha irmã ia fazer o vestibular também, e o dele era pra valer
(não era só um teste, como no meu caso). A gente morava no mesmo condomínio e
eu poderia ir de carona com ele, desde que os locais de prova fossem os mesmos.
Por conta disso, acabei escolhendo economia, o mesmo curso que ele tinha
escolhido.

Passada a
experiência do teste do vestibular, acabei me interessando pelo assunto e no
ano seguinte escolhi economia novamente. Comecei a estagiar no banco BBM,
apesar de sempre ter achado que ia trabalhar numa grande empresa do mercado
corporativo e não financeiro. A vida foi me levando, saí do banco, me formei,
casei e abri uma franquia de uma escola de inglês, o CNA (isso aos 22 anos).

Percebi que
aquilo não era pra mim e depois de 4 anos voltei para o mercado financeiro,
para o Icatu. Permaneci por lá por 3 anos. Fui para a ANBID, que agora é
ANBIMA, depois pra o Family Office TNA e, por fim, para a Ativa Corretora.

Foi lá na
Ativa que prestei a prova pro CFP®, e passei logo de primeira. Isso foi o que me estimulou a alçar
novos voos, de forma independente.

É engraçado
que nunca me imaginei trabalhando sozinha e em home office. Isso nunca fez
parte dos meus sonhos de criança. Mas, como isso realmente me faz feliz!

Hoje sou
muito realizada, podendo ajudar as famílias com as suas questões financeiras.
Ministro aulas para colegas do mercado financeiro, na FK Partners, curso
preparatório para a certificação CFP e no MBA em Finanças In Company para o
Cooperativismo de Crédito da FGV, além de palestras e workshops em empresas e
para o púbico em geral. Já tem quase 8 anos que descobri que era isso que me
faria bem!

Mas
Leticia… Qual o motivo deste breve relato agora? Então… É que outro dia eu
estava pensando que o único arrependimento que tenho é de não ter feito isso
antes. Eu definitivamente adoro o que faço e sei que meus clientes também estão
satisfeitos, pois sempre me indicam para seus amigos e parentes.

Foi fácil?
Não, não foi. Precisei de muita dedicação e persistência! Mas, como é bom poder
fazer o que gosto, fazer a diferença na vida dos meus clientes e ainda receber
por isso! Nada mal, não?

Como você
pode perceber, tive que remar muito e acumular experiência em diversos
trabalhos até encontrar aquele que me faz realmente feliz. É claro que eu
gostava de todos os outros, mas esse realmente me faz sentir profissionalmente realizada.

E você, já
encontrou o seu trabalho dos sonhos? Se ainda não, talvez seja o caso de testar
outras opções, não? Mas, se for o caso de testar, faça um bom planejamento! Eu
me preparei bastante para essa troca de carreira, e tenho certeza que isso me
deu tranquilidade para seguir em frente em todos esses anos. Vá em frente você
também! A vida é realmente curta para dedicar uma grande parte dela a algo que
não te faz realmente feliz.