Como declarar minha previdência no IR?

338 views

Do mesmo modo que é necessário declarar seus
investimentos financeiros no IR 2019, você também deve declarar a sua
previdência, mas existe uma boa notícia aqui: há uma grande diferença na forma
que ela deve ser declarada, dependendo se é VGBL ou PGBL e Fundo de Pensão.

Então vamos lá….

Como declarar meu VGBL?

Quanto ao VGBL, você deve declarar na ficha de “Bens e Direitos” item 97 –  VGBL o saldo no ano calendário e no ano anterior, conforme seu Informe de Rendimentos da seguradora.

Mesmo que o valor atual da sua previdência já
esteja bem maior, devido ao rendimento, não é correto informar esse valor, o
correto é informar a soma dos valores aportados. Pode parecer estranho, mas é
assim mesmo que funciona, exatamente como ocorre com os imóveis que também
devem ser declarados pelo valor de aquisição.

Ah, e você não deve declarar os valores
aportados em “Pagamentos Efetuados”!

No resgate ou recebimento de renda, se o VGBL for
tributado pela tabela regressiva, o valor da rentabilidade (já líquido do
imposto) será declarado em “Rendimentos Sujeitos à Tributação
Exclusiva/Definitiva”, item 12 – outros.

Se o modelo de tributação do seu VGBL for o progressivo,
esse valor da rentabilidade entrará na declaração como “Rendimentos Tributáveis
Recebidos de PJ”, junto com o valor de IR retido na fonte.

Os rendimentos isentos devem ser declarados em
“Rendimentos Isentos e Não Tributáveis” no item 26 – outros.

Como declarar meu PGBL?

De outro lado, para declarar um PGBL, você
deve informar os valores aportados no ano em “Pagamentos Efetuados” item 36 –
Previdência Complementar e nada mais. Pois é, não se declara em “Bens e Direitos”
o saldo do seu PGBL. Simples assim!

Quando houver um resgate, se a tributação for
pela tabela regressiva, o valor recebido total deve ser declarado em “Rendimentos
Sujeitos à Tributação Exclusiva/Definitiva”.

Porém, se o modelo for o de tabela progressiva,
o montante total deve ser declarado em “Rendimentos Tributáveis Recebidos de
PJ”, junto com o IR retido na fonte, assim como você declara o seu salário.

Os rendimentos isentos devem ser declarados em
“Rendimentos Isentos e Não Tributáveis” no item 26 – outros.

Para saber mais sobre como declarar seus outros
investimentos, veja esse texto aqui. Vale a pena conferir.

Por fim, se você quiser saber mais sobre as
diferenças entre as várias modalidades de previdência veja esse outro texto aqui.

Se este breve texto lhe auxiliou com a declaração
da sua previdência no IR, ajude-nos a levá-lo para mais pessoas, pois esta
informação tem o potencial de beneficiar muita gente. Compartilhe!