Aproveite o benefício fiscal da previdência

338 views
Aproveite o benefício fiscal da previdência
Aproveite o benefício fiscal da previdência

Para você que é assalariado, profissional liberal ou que recebe aluguel, estes são os últimos dias para aproveitar o benefício fiscal de aplicar em um PGBL.

Aplique até 12% de sua renda anual bruta em um PGBL até o dia 28/12 e usufrua do diferimento do imposto de renda.

Ao contribuir para um PGBL, o valor aplicado será abatido da base de cálculo do seu IR na Declaração Anual, junto com as outras despesas dedutíveis – como educação, saúde, dependentes, pensão judicial etc – e você pagará menos imposto ou receberá uma restituição do valor pago a mais.

Mas, é importante ressaltar que no momento do resgate do PGBL, a Receita tributará o saque total, incluindo o capital investido mais os juros. Ou seja, você paga menos impostos agora, mas paga mais impostos depois. Porém, isto poderá ser vantajoso se este benefício fiscal for aplicado no próprio plano de previdência, pois ao invés de adiantar este valor para a Receita, ele estará rendendo juros a seu favor.

E, se você escolher a tabela regressiva de IR, a sua vantagem poderá ser ainda maior, pois deixará de pagar até 27,5% agora e poderá pagar apenas 10% no momento do resgate se seu dinheiro ficar aplicado por 10 anos.

Fiz uma simulação considerando taxa de juros de 7,25% ao ano e aplicação em um fundo de investimento de R$ 72.500 e em um PGBL de R$ 100.000 (já que serão os R$ 72.500 + o benefício fiscal de R$ 27.500) na tabela regressiva de IR com reenvestimento do benefício fiscal. Após 10 anos, o valor resgatado do PGBL ficou R$ 41.824,20 maior do que o resgate total do fundo de investimento, conforme tabela abaixo. Ambos possuem uma taxa de administração de 1% ao ano.

Porém, se sua intenção é aproveitar o bônus de final de ano e investir mais do que 12% de sua renda bruta, aplique a diferença em um VGBL, para não ultrapassar o limite máximo permitido para obter o incentivo fiscal.

Entretanto, lembre-se que para poder usufruir desta vantagem é preciso efetuar a Declaração Anual pelo modelo completo e ser contribuinte do INSS ou do Regime Próprio para servidores públicos ou ainda ser aposentado.