Saque Emergencial de R$ 1045 do FGTS: devo sacar?

250 views
saque emergencial fgts 1045

Saiu a regra para o novo saque emergencial do FGTS. Esse é um valor que o Governo irá liberar do saldo do FGTS como medida de combate à crise causada pela pandemia.

Desde o dia 15 de junho, já foi liberada a consulta que dá acesso ao valor e à data disponível para o saque de até R$ 1.045 por trabalhador. Mas, a questão é: será que devo realizar o saque emergencial desses R$1045 do FGTS?

Vamos analisar um pouco mais…

 

Saque emergencial de R$ 1.045: alguns detalhes

O valor a ser recebido dependerá do saldo que o trabalhador possuir em suas contas do FGTS, mas é limitado à R$ 1.045 no total.

Haverá uma ordem automática em que o dinheiro sairá dessas contas, sendo que primeiro serão efetuados os resgates das contas inativas com menores saldos, passando pelas contas inativas com maiores saldos, depois para ativas com menores saldos e, por fim, para as ativas com maiores saldos. Mas, lembrando que a soma dos saques será limitada ao valor de R$ 1.045 por trabalhador (não é por conta).

Para que os trabalhadores possam receber o dinheiro, serão abertas contas poupança digitais. O processo será da seguinte forma: primeiro haverá o depósito na conta poupança digital em que a pessoa poderá pagar boletos e contas utilizando o cartão de débito virtual e, depois de alguns dias, os valores serão liberados para saques e transferências. Todas as movimentações poderão ser efetuadas pelo app Caixa Tem.

Os calendários dependerão do mês de aniversário de cada trabalhador. Veja a seguir ou, se preferir, acesse aqui o site da Caixa.

 

Saque emergencial de R$ 1.045: calendário de pagamento

Nascidos em janeiro: 29 de junho

Nascidos em fevereiro: 6 de julho

Nascidos em março: 13 de julho

Nascidos em abril: 20 de julho

Nascidos em maio: 27 de julho

Nascidos em junho: 3 de agosto

Nascidos em julho: 10 de agosto

Nascidos em agosto: 24 de agosto

Nascidos em setembro: 31 de agosto

Nascidos em outubro: 8 de setembro

Nascidos em novembro: 14 de setembro

Nascidos em dezembro: 21 de setembro

 

Saque emergencial de R$ 1.045: calendário de saques e transferências

Nascidos em janeiro: 25 de julho

Nascidos em fevereiro: 8 de agosto

Nascidos em março: 22 de agosto

Nascidos em abril: 5 de setembro

Nascidos em maio: 19 de setembro

Nascidos em junho: 3 de outubro

Nascidos em julho: 17 de outubro

Nascidos em agosto: 17 de outubro

Nascidos em setembro: 31 de outubro

Nascidos em outubro: 31 de outubro

Nascidos em novembro: 14 de novembro

Nascidos em dezembro: 14 de novembro

 

Saque emergencial de R$ 1.045: devo sacar?

Isso vai depender muito da sua situação financeira atual…

  • Contas atrasadas

Se estiver com contas ou parcelas de empréstimos e financiamentos atrasadas, essa vai ser uma ótima oportunidade para colocar essas contas em dia, ou pelo menos, uma parte delas. Priorize aquelas que tiverem as mais altas taxas de juros e as que possam causar um impacto grande caso o serviço seja cortado por falta de pagamento.

  • Aperto financeiro

Se estiver em aperto financeiro, mesmo que as contas não estejam atrasadas, mas precisar de algum dinheiro para dar um alívio no orçamento, nem pense duas vezes: faça uso do saque emergencial.

  • Sem reserva de emergências

Se você não estiver com contas atrasadas, mas não possuir ainda uma reserva de emergências, o saque emergencial vai te ajudar a dar os primeiros passos.

  • Com reserva de emergências

Por outro lado, se a sua situação financeira estiver mais tranquila e se você já possuir uma reserva de emergências, sugiro que não acesse esse dinheiro.

Afinal, dinheiro na mão é vendaval, como já dizia aquela música de Paulinho da Viola. O perigo é se animar com o montante recebido de forma inesperada e gastá-lo todo, sem nenhum planejamento.

Além disso, a rentabilidade do FGTS é dada por 3% ao ano mais a TR (Taxa Referencial), que está zerada no momento, e ainda podem ser distribuídos de 1% a 99% do lucro obtido por esse Fundo, definidos anualmente pelo Conselho Curador do FGTS.

Essa é sem dúvida uma ótima opção para investir seus recursos, já que os juros básicos da economia estão atualmente em 2,25% (ontem saiu o resultado do Copom). Então a rentabilidade do FGTS ganha da renda fixa mais conservadora.

O único problema é que o FGTS não tem liquidez e só pode ser sacado em algumas ocasiões, como nesses saques emergenciais, quando a pessoa é desligada sem justa causa do emprego, na aposentadoria, na compra de imóvel pelo SFH entre outros.

Mas, acaba sendo bom pois, ele ficá lá rendendo e você não tem a tentação de gastar tudo em supérfluos!