Endividamento do servidor público

1.652 views

O problema do endividamento do servidor público é uma questão grave que conjuga dois fatores: a falta de educação financeira e o acesso facilitado ao crédito.

Para se ter uma ideia da dimensão do endividamento da categoria, em uma pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Estudo e Defesa das Relações de Consumo (IBEDEC), em 2012 os servidores públicos federais deviam quantias que somavam de três a quatro vezes o salário mensal. O estudo também revelou que era comum encontrar dívidas de até R$ 600 mil, a maioria com gastos não essenciais e muitas vezes considerados supérfluos (Fonte: Correio Braziliense).

De lá para cá, o nível de endividamento do servidor público deve ter aumentado ainda mais, devido à alta da inflação, o que serve para reforçar a necessidade de oferecer educação financeira para este público. Os servidores costumam ser alvo fácil e preferido das instituições financeiras, dado o baixo risco de crédito do consignado em folha de pagamento destes funcionários públicos.

Tendo como base esta questão e outros desafios a serem superados pelos servidores, no que tange às suas finanças pessoais, a Escola de Educação Financeira do Rio Previdência deu início a diversos projetos que visam levar conhecimento de relevância a este público. Os projetos contam ainda com a parceria da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e apoio do Instituto Brasileiro de Certificação de Profissionais Financeiros (IBCPF), da Rio Previdência e da Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro.

Um dos projetos recentes ocorreu entre os dias 31 de março e 14 de abril, tendo como público os servidores do Corpo de Bombeiros Militares do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ). Eu pude contribuir ministrando a sexta e última aula do programa, abordando diversos aspectos do planejamento financeiro. Dentre eles, posso citar:

  • Como montar um Planejamento Financeiro
  • Reservas Financeiras: emergências, aposentadoria, sonhos.
  • Como planejar os objetivos e calcular a poupança necessária para alcançá-los?
  • Como priorizar objetivos?
  • Como inserir objetivos no orçamento familiar?
  • Investimentos, conceitos iniciais: objetivos, perfil.
  • Associação de alternativas de investimentos ao perfil de risco e aos objetivos/reservas financeiras.

Confira as fotos do evento:

Endividamento do servidor público A Endividamento do servidor público B

Confira o vídeo-depoimento de abertura da aula que apresentei na ocasião:

Outro evento ainda mais recente está ocorrendo no auditório do Quartel General da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ), entre os dias 9 e 13 de maio, tendo como público os próprios servidores da segurança pública do estado.

O projeto também contou com a minha participação e tinha como finalidade permitir o acesso do servidor a ferramentas que o auxiliarão a harmonizar a sua vida financeira, prevenindo, dentre outras coisas, o endividamento excessivo.

Veja a matéria que saiu no site do PROERD sobre a minha aula de Educação Financeira na Polícia Militar:  http://proerdpmerj.com.br/…/1o-curso-de-bem-estar-financeiro

Alguns dos itens abordados foram:

  • Os riscos de vida e a sua relação com a importância do planejamento financeiro;
  • Relação entre querer e poder;
  • Os limites do que se pode comprar;
  • Introdução aos conceitos de inflação e taxa de juros.

Confira a seguir fotos do projeto na PMERJ:

Endividamento do servidor público D Endividamento do servidor público C