Educação Financeira para a família: o futuro é agora!

191

Você sabia que existem estudos sobre educação financeira (Lusardi and Mitchell, 2011) que demonstram que quem planeja a aposentadoria acumula, em média, 3 vezes mais patrimônio do que as pessoas que não se planejam?

Este é um dos pontos que reforçam o impacto que a educação financeira pode provocar na vida das pessoas. Vamos falar um pouco mais sobre isso…

 

Educação Financeira para a família: mulheres e jovens são os mais vulneráveis…

Falando de educação financeira, mulheres e jovens têm sido sistematicamente incluídos no grupo dos mais vulneráveis financeiramente. Há diversas causas para isso, que vão desde a educação, até a cultura da nossa sociedade, passando pelas armadilhas do marketing, que normalmente têm nesses grupos seus alvos favoritos, por conta da falta de consciência de consumo.

Não é à toa que 31% das iniciativas de Educação Financeira da ENEF (Estratégia Nacional de Educação Financeira) são para sensibilizar crianças e adolescentes a respeito deste tema tão relevante.

O gráfico a seguir revela algumas características do público alcançado pelo ENEF:

Mas, o que fazer para que uma família assimile as regras básicas de uma boa educação financeira?

 

Educação Financeira para a família: alguns pontos relevantes

Você já deve ter notado que as suas decisões financeiras de hoje impactam o seu futuro e o futuro daqueles que dependem de você. Mas do que estamos falando quando tratamos de decisões financeiras?

De um modo geral, decisões financeiras têm a ver com bens e dívidas. Trata-se de como você lida com o seu patrimônio e dinheiro, e como se comporta no que tange aos seus hábitos de consumo.

Imagine uma situação em que um busca poupar com regularidade, enquanto o outro gasta mais do que deveria nas compras parceladas no cartão de crédito. Muitas vezes, essa conta não fecha, é como enxugar gelo. Ambos devem estar em sintonia, com os mesmos objetivos financeiros.

O planejamento financeiro acaba assumindo um papel central nisso tudo, se transformando na solução dos impasses mais comuns. Graças a ele, é possível encontrar os interesses comuns de todos os membros da família e colocar todos para trabalhar em direção ao mesmo sonho ou objetivo. Assim, toda a energia passa a ser canalizada para o que realmente importa.

Portanto, a colaboração de todos os membros da família é de suma importância para a saúde financeira deste núcleo.

 

Educação Financeira para a família: é importante conversar em casa sobre dinheiro

É sabido que muitas famílias sequer conversam abertamente sobre este tema e em muitos casos, falar de dinheiro ainda é um tabu.

Porém, é importante ensinar o valor do dinheiro para as crianças e dar bons exemplos para os pequenos.

Um ponto interessante é fazer uma correlação da educação financeira com a sustentabilidade, já que este é um assunto que está presente do dia a dia da escola e fica mais fácil para que os pequenos possam deixar estes conceitos mais tangíveis.

Para reforçar, lembre-se que todos da família devem participar do planejamento das finanças.

 

Educação Financeira – Evento ABRAPP

Para finalizar, queria deixar registrado que no mês passado tive a oportunidade de palestrar sobre educação financeira para a família no 2º Encontro Nacional de Comunicação, Relacionamento e Educação da Previdência Complementar Fechada da ABRAPP (Associação Brasileira das Entidades Fechadas de Previdência Complementar).

Assista ao vídeo a seguir em que deixei registrado o meu recado de educação financeira para a família, especialmente para os jovens e para as mulheres: